bateria-60ah-br-60e-extranger-22op0

Quando trocar a bateria do carro

Você sabe quando é a hora de trocar a bateria do seu carro? Os fabricantes costumam indicar que uma bateria automotiva dura, em média, 4 anos. Porém, esse tempo pode variar de acordo com fatores externos, como clima, uso do veículo e correta instalação do item, por exemplo.

bateria-60ah-br-60e-extranger-22op0

Alguns sinais podem indicar a você que é hora de trocar a bateria. Os principais são:

– acendimento de luz indicativa no painel do carro

– dificuldade de dar a partida no veículo

– luzes dos faróis mais fracas que o habitual

– líquido vazando pela bateria

– falha em um ou mais sistemas elétricos do veículo (ar-condicionado, vidro elétrico, rádio etc)

Além desses indicativos, o acúmulo de sulfato (resíduo esbranquiçado ou azul) na bateria também faz com que ela perca a capacidade de produzir e armazenar a energia necessária para o funcionamento. Esse acúmulo pode ocorrer quando o carro fica parado por muito tempo ou pela má conservação do item. O clima quente de algumas regiões do Brasil é outro responsável por diminuir a vida útil da bateria.

Quando você perceber um ou mais dos sinais descritos acima, não tente fazer o carro “pegar no tranco”. Você pode utilizar uma “chupeta” para ligar sua bateria à uma nova, a fim de recarregá-la (atente-se ao ligar a bateria, conectando o polo positivo com o positivo e o negativo com o negativo). Se você não souber como fazer esse procedimento, não se arrisque, pois você pode acabar danificando sua bateria ou até outros componentes do seu veículo.

Após verificar todas essas situações, você já pode avaliar se está na hora de substituir sua bateria. Na hora de comprar uma nova, é fundamental escolher o modelo correto para o seu carro, observando as especificações técnicas e físicas. Veja qual a bateria mais indicada no seu caso e descarte a antiga.

Atenção: o descarte da bateria usada deve ser feita em empresas especializadas ou nas lojas que recolhem o equipamento, pois ao ser descartada no lixo comum pode contaminar o meio ambiente em virtude do chumbo em sua composição.

 

Clique aqui e veja as opções de bateria automotiva que a Primeira Linha oferece para você.

 

 

martele1

O que é e para que serve um martelete

Martelete, ou martelo demolidor, é uma ferramenta semelhante a britadeira, porém menor. Sua anatomia lembra uma furadeira, mas produz impactos mais fortes em contato com as superfícies.

Essa ferramenta é amplamente utilizada em construções e reformas para a demolição de colunas de concreto, vigas, pisos e outras construções de alta resistência. Também serve para a abertura de canaletas e perfuração de concreto asfáltico.

martele1 martelete

Seu funcionamento acontece pelo impacto produzido por um mecanismo elétrico pneumático, através da compressão de ar indireta de um pistão até a broca. Em virtude desse sistema, o martelete absorve o impacto, fazendo com que ele possa ser operado com uso mínimo de esforço, garantindo produtividade, praticidade e segurança no manuseio.

A Primeira Linha dispõe de uma opção de martelete eletropneumático, que proporciona alta performance por unir as tecnologias elétrica e pneumática, tornando o martelete um aliado essencial para obras de reforma e demolições.

 

Utilize sempre os equipamentos de proteção individual (EPIs) ao manusear essa ferramenta

 

Compre aqui o seu martelete

lixadeira

Como escolher a lixadeira correta

Para realizar o acabamento perfeito de construções e trabalhos realizados em madeira, a ferramenta mais adequada é a lixadeira. Dentre os diversos modelos disponíveis, você sabe qual o mais indicado para o uso específico que você deseja?

Conheça os diferentes tipos de lixadeiras e saiba para que utilizar cada uma:

Angular Realiza um trabalho mais bruto, menos minucioso. Usada para desbastar a madeira. Não é indicada para dar acabamento.

lixadeira_angular

Orbital Conhecida como treme-treme, ela trabalha realizando movimentos em órbita, permitindo que você lixe em qualquer direção. Indicada para acabamentos leves. Fácil de manusear, é muito utilizada para arredondar arestas e remover camadas de tinta e verniz. Funciona com folhas de lixa padrão, geralmente fixada com clipes.

lixadeira_orbital

Rotorbital É o tipo mais adequado para acabamentos. Ideal para quem procura um acabamento perfeito. Proporciona maior eficiência em virtude de seu conjunto de movimentos.

lixadeira_rotorbital

Orbital pneumática Semelhante a orbital, é menos suscetível a falhas, pois utiliza ar comprimido para o seu funcionamento, através de um aparelho pneumático.

lixadeira_pneumatica_orbital

 

Dicas de Primeira Linha:

– Não encoste na lixa enquanto a lixadeira estiver ligada. Pelo movimento rápido da lixa, você pode se ferir.

– Alguns modelos de lixadeiras permitem que sacos coletores de pó sejam acoplados, diminuindo consideravelmente a quantidade de sujeira espalhada

– Utilize sempre os EPIs. Confira toda nossa linha de EPIs aqui

Kit de proteção para trabalho em postos de combustíveis

Seus colaboradores sempre protegidos com equipamentos de Primeira Linha

 

A Norma Regulamentadora Nº 20 – Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis, do Ministério do Trabalho e Emprego, estabelece requisitos mínimos para a gestão da segurança e saúde no trabalho contra os fatores de risco de acidentes provenientes das atividades de extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis.

 

Confira abaixo os equipamentos que a Primeira Linha oferece, atendendo as exigências de utilização do kit de segurança.

 

luvas1 – LUVAS DE PROTEÇÃO DAS MÃOS DO USUÁRIO CONTRA AGENTES ABRASIVOS, ESCORIANTES, CORTANTES E PERFURANTES E CONTRA AGENTES QUÍMICOS, TAIS COMO CLASSE ALCOOL PRIMÁRIO (METANOL), CLASSE BASE INORGÂNICA (HIDRÓXIDO DE SÓDIO 40%) E CLASSE ÁCIDO INORGÂNICO MINERAL (ÁCIDO SULFÚRICO 96%). Observação: Os níveis de desempenho para a EN 388:2003 variam de 0 (zero) a 4 (quatro) para abrasão, rasgamento e perfuração e 0 (zero) a 5 (cinco) para corte, sendo 0 (zero) o pior resultado. As luvas de segurança referências “SOL- VEXMODELO 37-165″ e “SOL-VEX-MODELO 37-185” obtiveram resultado de níveis de desempenho 3102, em que: 3 – Resistência à abrasão; 1 – Resistência ao corte por lâmina; 0 – Resistência ao rasgamento; 2 – Resistência à perfuração por punção. Normas técnicas: BS EN 388:2003, EN 374-1:2003, EN 420:2010, EN 374-2: 2003, EN 374-3:2003 Laudos: Nº. Laudo: ELA/L-224.095/6/12, QUI/L-224.095/3/12 Laboratório: L. A. FALCÃO BAUER – CENTRO TECNOLÓGICO DE CONTROLE QUALIDADE LTDA Nº. Laudo: ELA/L-224.095/10/12; QUI/L-224.095/5/12 Laboratório: L. A. FALCÃO BAUER – CENTRO TECNOLÓGICO DE CONTROLE QUALIDADE LTDA

 

mascara2 – Respirador purificador de ar de segurança, tipo peça facial inteira, tamanho único, confeccionado de elastômero preto. Possui visor constituído de material transparente, fixado com cola em encaixe específico existente na parte frontal do mesmo. Na parte centro inferior da peça, existe uma abertura, utilizada para o encaixe de um dispositivo confeccionado em material plástico rígido preto, dotado, internamente, em sua parte dianteira de uma válvula de exalação e de uma tampa de mesma cor, com encaixe tipo pressão, marcada. Na parte traseira deste dispositivo, encaixa-se a mascarilha, confeccionada em elastômero azul. A mascarilha possui duas válvulas de inalação, localizadas, respectivamente, em cada uma de suas laterais. O corpo da peça apresenta duas aberturas localizadas em suas laterais inferiores, uma em cada lado, utilizadas para o encaixe de dois suportes de material plástico rígido preto, dotados, em sua parte dianteira, de um encaixe tipo rosca, para fixar os filtros químicos e combinados ou a base de fixação para utilização dos filtros mecânicos. Na parte traseira de cada um dos suportes, encontra-se fixada uma válvula de inalação. A peça possui um tirante elástico com cinco pontos de fixação, dotado em sua parte central, de um suporte de couro para apoio da cabeça e preso à borda das mesmas por meio de presilhas metálicas, fixadas através de alças de material plástico, coladas na peça. Para utilização dos filtros mecânicos, é empregado um porta-filtro, dotado de uma base de material plástico preto com encaixe tipo rosca em sua parte traseira e de uma tampa plástica translúcida, que é encaixada nesta base para fixar o filtro. O modelo é indicado para proteção das vias respiratórias do usuário contra a inalação de partículas sólidas, quando utilizado com filtros mecânicos ou combinados e contra gases e vapores, quando utilizado com filtros químicos ou combinados: 1-Filtros Químicos classe 1: 7500. 1-Vapores orgânicos; 7500.2-Gases ácidos; 7500.3-Vapores orgânicos e gases ácidos; 7500.4-Amônia e metil amina. 2-Filtros Mecânicos: 7500.6-para poeiras e névoas (P1); 7500.25-para poeiras, névoas e fumos (P2). 3-Filtros Combinados: (químico classe 1 e mecânica classe P2): 7500.49-Filtro para proteção contravapores orgânicos (defensivos agrícolas) e poeiras, névoas e fumos (P2). Aprovado para: PROTEÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS DO USUÁRIO CONTRA A INALAÇÃO DE PARTÍCULAS SÓLIDAS QUANDO UTILIZADO COM FILTROS MECÂNICOS OU COMBINADOS E CONTRA GASES E VAPORES QUANDO UTILIZADO COM FILTROS QUÍMICOS E COMBINADOS.

 

avental3 – Avental de segurança confeccionado em tela de poliéster (trévira) revestida de PVC em ambas as faces, cordões sintéticos presos por meio de ilhós para ajustes. Apresenta resultado de desempenho “nível 5” no ensaio de resistência ao rasgamento trapezoidal, quando ensaiado de acordo com o determinado no item 2.11 do Anexo I da Portaria SIT 121/2009. O nível de desempenho varia de 1 a 6, sendo 6 o melhor resultado. PROTEÇÃO DO TRONCO DO USUÁRIO CONTRA UMIDADE PROVENIENTE DE OPERAÇÕES COM USO DE ÁGUA E RESPINGO DE QUÍMICOS.

Primeira Linha e SKF são patrocinadores oficiais da Olimpíada do Conhecimento 2016

Logo_finalEntre os dias 10 e 13 de novembro, acontece a 9ª edição da Olimpíada do Conhecimento. O torneio é a maior competição de educação profissional das Américas e a Primeira Linha e a SKF são patrocinadores oficiais do evento.

A competição é promovida a cada dois anos e vai reunir mais de 500 estudantes de cursos técnicos e de formação profissional do SENAI e dos Institutos Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (IF). Na ocasião, são avaliados os conhecimentos teóricos e práticos, as habilidades intelectuais e as atitudes consideradas essenciais para o exercício profissional competente. Os jovens competem em sete áreas tecnológicas, com provas por equipe, avaliações individuais e criação de projetos inovadores.

Desafios Individuais

Na modalidade “Desafios Individuais”, na área tecnológica de Manutenção Industrial, os competidores serão avaliados através de testes realizados na Bancada Didática para Simulações de Falhas, Manutenção e Monitoramento de Equipamentos Rotativos, desenvolvida e fabricada pela Primeira Linha. A Bancada Didática simula procedimentos do cotidiano dos técnicos participantes. Na competição, os profissionais da Primeira Linha irão avaliar o nível de conhecimento dos competidores acerca destes procedimentos (alinhamento de eixo, alinhamento de polias, tensionamento de correias, balanceamento de eixo, entre outros).

Todos os desafios valem pontos para as unidades da federação representadas na competição. A cada prova, as delegações chegam mais perto de se tornarem as campeãs da edição.

Sobre a Olimpíada do Conhecimento

A Olimpíada do Conhecimento é hoje uma vitrine da qualidade da educação profissional patrocinada pela indústria brasileira. Além de incentivar a dedicação dos estudantes, é uma forma de avaliar a qualidade da educação oferecida pelo SENAI. O desempenho dos competidores aponta novas tendências tecnológicas e mudanças nos perfis profissionais.

Os integrantes das equipes devem ser alunos ou ex-alunos de cursos de ensino técnico, de aprendizagem ou de qualificação dos departamentos Regionais do SENAI e da Rede de Institutos Federais.

Estande Primeira Linha

Além da participação na competição, a Primeira Linha terá um Estande Dinâmico no evento. Esse novo conceito permitirá aos visitantes realizarem simulações e provas práticas em uma Bancada Didática idêntica a que será utilizada nos Desafios Individuais. É uma oportunidade única para que estudantes e profissionais experimentem a qualidade dos produtos Primeira Linha/SKF.

Sobre a Primeira Linha

A Primeira Linha é distribuidor autorizado CMP certificado pela SKF e único Especialista do Segmento Educacional no pais, oferecendo treinamentos técnicos, produtos industriais e didáticos. Realizamos permanentemente pesquisa de satisfação de cliente e indicadores de qualidade dos treinamentos realizados, a fim de verificar e aprimorar o nível de satisfação dos serviços prestados.

Não vendemos apenas produtos inovadores, vendemos soluções.

Bancada Didática

Desenvolvidas para auxiliar no processo de ensino dos cursos técnicos e de graduação de mecânica industrial, as bancadas didáticas desenvolvidas são fornecidas para todo o Brasil com a qualidade que a Primeira Linha e a SKF oferecem. São quatro modelos de bancadas com diferentes configurações, que podem ainda ser personalizadas conforme as necessidades de cada instituição, auxiliando no aprendizado, treinamento e reciclagem de profissionais e futuros profissionais do setor. Saiba mais sobre a Bancada clicando aqui e assista ao vídeo da Bancada Didática clicando aqui.

Olimpíadas SENAI/SESI de 10 a 13 de novembro

Faltam apenas

-314Dias -21Horas -35Minutos -13Segundos

BANNER_1

Para receber mais informações

Local: Ginásio Nilson Nelson – Brasília/DF

Treinamento Balanceamento Dinâmico em Eixos Rígidos

treinamento_balanceamentoO treinamento de balanceamento dinâmico em eixos rígidos, desenvolvido e ministrado pela Primeira Linha, aborda os tipos comuns de desbalanceamento de rotores e o impacto sobre a estrutura da máquina e seus componentes como rolamentos, eixos e vedações. O curso também mostra o uso da amplitude de vibração e fase, bem como o conhecimento das tolerâncias e identificação do método correto para cada tipo de máquina, baseado na geometria do rotor, rotação, configuração dos mancais e rolamentos nos planos de correção.

A didática permite ao participante efetuar balanceamento de campo em equipamentos comuns, incluindo diagnósticos de desbalanceamentos por inspeção de vibração e fase, noção dos métodos e normas, coleta de dados e procedimentos de balanceamento.

A capacitação tem carga horária de 16 horas, ministradas em dois dias em turmas com até 16 participantes. Indicada para profissionais da manutenção, serviços, suporte técnico e especialistas em análises de vibração ou responsáveis pelo aumento de desempenho e de confiabilidade de equipamentos rotativos, que necessitam de habilidades práticas em balanceamentos.

Em todos os treinamentos a Primeira Linha disponibiliza apostilas com o conteúdo programático do curso, certificado de conclusão do treinamento, além de material técnico para apoio relacionados ao tema.

Conteúdo Programático: Introdução à Matemática Vetorial Básica; Força Centrífuga; Necessidade do Balanceamento; Origens do Desbalanceamento; Causas do Desbalanceamento; Efeitos da Ressonância, desalinhamento e desbalanceamento; Efeitos e tipos de desbalanceamento; Rotores Rígidos; Balanceamento Dinâmico; Quantificação do Desbalanceamento; Avaliação do Desbalanceamento; Balanceamento de Campo; Método dos 3 pontos; Método Vetorial de um Plano;  Balanceamento Vetorial de 2 Planos; Softwares de balanceamento de campo; Prática com o coletor Microlog CMXA 75 GX; e Prática com lâmpada estrobo e fotocélulas.

Sobre a Primeira Linha

A Primeira Linha é distribuidor autorizado CMP certificado pela SKF e único Especialista do Segmento Educacional no país, oferecendo treinamentos técnicos, produtos industriais e didáticos. Realizamos permanentemente pesquisa de satisfação de cliente e indicadores de qualidade dos treinamentos realizados, a fim de verificar e aprimorar o nível de satisfação dos serviços prestados.

Não vendemos apenas produtos inovadores, vendemos soluções.

Para mais informações sobre os treinamentos e produtos educacionais oferecidos pela Primeira Linha clique aqui.